Sou adulta e ainda tenho acne, isso é normal?

Antes de ler esse texto, responda: acne é coisa de adolescente?
( ) Sim
( ) Não
( ) Em parte

Se você escolheu a última alternativa, parabéns!

A acne ocorre, principalmente, na adolescência, mas pode persistir ou surgir na fase adulta. Isso é perfeitamente normal. Aproveitando o Dia Internacional da Mulher (08/03), a Clínica Costa Daher preparou uma sequência de respostas superinteressantes sobre a acne na mulher adulta. Quer saber mais? A dermatologista, Dra. Darleny Costa Daher, responde tudo.

1) Afinal, o que é a acne?

É considerada uma doença inflamatória crônica, provocada por vários fatores, que atinge a superfície da pele. Ela provoca aumento na produção de sebo e, consequentemente, deixa o ambiente favorável ao aparecimento de cravos e espinhas. Sabe quantas pessoas sofrem disso? Pesquisas apontam que 90% dos adolescentes e metade dos adultos, no Brasil, penam com isso.

2) Quais as principais características da acne?

Preste bem atenção nesta classificação:

– persistente: é a mais comum. Começa na adolescência e continua na fase adulta.

– tardia: surge entre os 21 e 25 anos.

– recorrente: representa o meio termo. Aparece na adolescência, para e passa um tempo sem dar sinais de vida, e volta quando a pessoa completa 25 anos.

3) Por que ela aparece na fase adulta?

A acne, nesta etapa, está associada a vários fatores. Entre eles: hereditariedade, estresse, exposição ao sol, obesidade, alimentação, tabagismo, doenças endócrinas, como, por exemplo, a Síndrome do Ovário Policístico, que leva à alteração dos níveis hormonais da mulher.

4) Isso significa que toda mulher tem ou vai ter acne? 

De forma alguma. Em primeiro lugar, tem grande peso a questão da hereditariedade. Se você recebeu essa “herança” dos seus pais, a possibilidade de desenvolver é grande. Agora, imagine: uma mulher já com a predisposição, que é fumante ou obesa, terá ainda mais probabilidade de ter o problema. Uma outra com essa carga genética, que toma muito sol, da mesma forma. Quanto mais envolvimento nos fatores desencadeantes, maior a chance de apresentar o problema.

5) Como é a acne no adulto? É diferente daquela que observamos nos adolescentes?

Nesse caso, há mais lesões inflamatórias (espinhas) do que comedões (cravos). As áreas mais afetadas são a parte bem abaixo do lábio inferior, a mandíbula e o pescoço.

acne-ilustracao

6) As mulheres têm mais acne do que os homens?

Sim. Lembra-se de que um dos motivos que desencadeiam é hormonal? Daí uma possível explicação. A Síndrome do Ovário Policístico já foi citada, mas há também a hiperplasia da adrenal, que mexe no metabolismo do organismo.

7) Como é o tratamento? É o mesmo realizado nos mais jovens?

Pode-se dizer que sim. Vale ressaltar que caberá ao dermatologista realizar uma avaliação minuciosa para decidir o melhor, a depender do nível do problema. Veja:

  • Os casos leves e moderados são tratados com medicação tópica. O especialista prescreve cremes de retinóides, peróxido de benzoíla, ácido azeláico e até antibióticos. Em geral, ele faz uma associação dos produtos de forma a encontrar a melhor fórmula para amenizar ou resolver.
  • Os casos moderados, graves e os que não responderam à terapia inicial exigem a associação de remédios de uso via oral: antibióticos e isotretinoína. Importante ressaltar que isso é feito quando o paciente não apresenta nenhuma contraindicação à utilização dessas substâncias. Vale deixar claro ainda que a isotretinoína é proibida para gestantes.
  • Em pessoas com características de hiperandrogenismo (distúrbio caracterizado pelo excesso de hormônios, como testosterona, em mulheres em idade reprodutiva) pode-se associar, por exemplo, os anticoncepcionais.

8)  Como posso remover a acne de forma segura? 

Todo mundo se arrisca a dar aquela “espremidinha”, por achar que vai se livrar dessa “inimiga”, mas não é bem assim. Não mexa nas lesões inflamadas. Se você fizer isso, pode piorar ainda mais a situação, além de estimular a produção de pigmento na região, o que resultará em manchas e cicatrizes nada desejáveis.  Isso sem falar que a manipulação inadequada pode resultar em infecção bacteriana grave. Em vez de fazer isso sozinha, procure um dermatologista, que saberá resolver da forma menos agressiva e mais eficaz.

9) É possível prevenir a acne na fase adulta? 

Sim. A melhor forma é se afastar de todos os fatores que são um prato cheio à acne. Se você já tem predisposição:

tabagismo-bupropiona

evite o cigarro;

20-dicas-alimentacao-saudavel

alimentação equilibrada impede a obesidade e garante pele saudável;

o-que-devo-perguntar-ao-dermatologista-em-uma-consulta

quando houver suspeita ou diagnóstico de alguma doença endócrina, procure um profissional para tratá-la de forma adequada.

Mesmo quem não tem predisposição, pode tomar cuidados:

pele-mista-1024x768 lavar o rosto com sabonetes adequados ao tipo de pele;

Nivea-Creme-Para-o-Rosto-9evitar produtos com óleo na composição, caso você apresente excesso de oleosidade;

verao05_2017010615041realizar procedimentos estéticos apenas com profissionais devidamente preparados.

10) A ida ao dermatologista com frequência pode evitar a acne na fase adulta? 

“Inclua esta orientação na sua lista de procedimentos rotineiros. Vá ao dermatologista periodicamente. Procure um profissional integrante da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Ele fará uma avaliação, dará o diagnóstico correto de acne da mulher adulta e já iniciará o tratamento precoce das lesões. Isso vai prevenir complicações indesejáveis e deixar sua pele muito mais bonita”, recomenda a Dra. Darleny.

Sobre a Clínica

A Clínica Costa Daher está localizada no Centro Médico Lúcio Costa, na SGAS 610/611 Sul. A clínica foi inaugurada em março de 2016 e conta com 100 m2, distribuídos entre recepção, consultórios, administração e sala de procedimentos. No local, são oferecidos atendimentos clínico, cirúrgico e procedimentos estéticos. A nova clínica é a realização de um sonho e foi planejada com foco no conforto do paciente, em primeiro lugar. O objetivo principal é fazer com que ele se sinta dentro da própria casa.

Na Dermatologia Estética: Laser, Peelings Químicos, Preenchimento, Toxina Botulínica Tipo A, Sculptra.

Na Dermatologia Cirúrgica: Biópsia, Cauterização Química, Curetagem e Eletrocauterização e Excisão Cirúrgica.

Conheça a Dra. Darleny Costa Daher

Formou-se na Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP), em 2006. Fez Residência Médica em Dermatologia, de 2008 a 2011, no Hospital Federal dos Servidores do Rio de Janeiro. Fez estágio opcional no Instituto de Dermatologia Prof. Rubem David Azulay da Santa da Misericórdia do Rio de Janeiro/RJ (2006) e estágio supervisionado no Ambulatório Souza Araújo, Laboratório de Hanseníase – IOC/FIOCRUZ (2010) e no Ambulatório de Esporotricose do Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas/FIOCRUZ (2010). A Dra. Darleny Costa Daher é, atualmente, médica dermatologista da Clínica Costa Daher.

Marque sua consulta clicando aqui.

Confira nossas últimas notícias