Sabe o que os homens têm feito para melhorar a aparência?

Nas academias, eles provam ter disciplina e comprometimento com as atividades aeróbicas, levantamento de peso e inúmeras séries repetidas. A justificativa para a persistência é conquistar a definição do corpo e a hipertrofia muscular. No entanto, a procura pela boa aparência não se limita aos exercícios físicos. Os homens, hoje, preocupam-se também com o rosto e, com frequência, têm recorrido às descobertas recentes para deixá-los jovens e saudáveis.
A Sociedade Brasileira de Dermatologia não tem um dado oficial, porém os relatos de profissionais sinalizam uma nova realidade, a de que tem sido cada vez mais significativa a presença do sexo masculino nos consultórios dermatológicos. Isso leva à conclusão de que, aos poucos, eles têm deixado de lado o preconceito e percebido que a saúde facial está longe de ser um assunto só de mulheres.
E, quem diria, o Botox, nome popular da Toxina Botulínica, é um dos principais assuntos nas conversas entre médico e paciente. As motivações que os levam a conhecer e passar pela experiência são várias. Em geral, há o desejo de um “upgrade” na apresentação pessoal para ir atrás de melhores oportunidades de trabalho e de relacionamentos, mas ao lado disso estão também os casos de hiperidrose – excesso de suor nas axilas, e o interesse de frear o envelhecimento.
Sabe-se que o homem produz mais fibras de colágeno do que as mulheres, em vista disso ele demora mais para apresentar os sinais naturais que surgem com o avançar da idade, como a perda de elasticidade e de brilho. Porém, uma hora isso vai acontecer e eles não querem ser obrigados a conviver com as linhas de expressão que levam a uma aparência envelhecida, de cansaço, preocupação e mau humor.
Trata-se de um público que tem encontrado só vantagens na aplicação da Toxina Botulínica: o procedimento é minimamente invasivo (sem cortes) e oferece resultado rápido e duradouro. Mas, fora isso, está o que mais agradecem: sair da sessão liberados para trabalhar sem serem forçados a dar explicações do que fizeram, porque ninguém vai perceber a presença do tratamento.
Os homens estão longe de querer efeitos artificiais, extravagantes e exagerados. No lugar disso, reforçam que quanto mais natural for o resultado, melhor será a satisfação. Por isso, a aplicação da substância, neles, deve ser voltada à suavização das rugas e linhas de expressão e não a total eliminação.
Não existe uma idade pré definida para esse tipo de tratamento. O importante é realizar uma avaliação com um profissional qualificado, para uma melhor indicação.
Normalmente, eles solicitam melhoras na testa, onde há surgimento natural das rugas, e entre as sobrancelhas, por conta daquela “dobrinha” que resulta no aspecto de desgaste físico e de mau humor. Vale ressaltar que, apesar dessas particularidades nos homens, o efeito em si da substância é o mesmo nos dois sexos.

Sessão

Tudo começa na consulta, quando o médico ouve as queixas e expectativas e analisa a pele. Após isso, agenda-se o procedimento. O especialista usa anestesia local para afastar qualquer tipo de incômodo e deixar a pessoa mais tranquila. O paciente é orientado a fazer “caras e bocas” para o médico fazer as marcações das áreas a serem manipuladas e, por fim, é feita a aplicação da toxina com uma agulha bem fina.
Após a sessão, é difícil identificar poros de sangramento. Os primeiros resultados ocorrem 24 a 72 horas após o procedimento, e o máximo do efeito é observado em 15 dias, quando se orienta o paciente a retornar ao consultório para avaliar a necessidade de complementação do tratamento. A durabilidade do resultado varia de 4 a 6 meses. Nas hiperidroses, o resultado dura de 8 meses a um ano.
Vale ressaltar que o Botox leva a mudanças temporárias. Cabe ao dermatologista orientar sobre o momento certo de refazer a aplicação.
Interessou-se em fazer? Procure um dermatologista, o profissional mais habilitado para isso. Ele é conhecedor da estrutura facial e com isso busca uma melhor harmonização da face. Importante saber que a Toxina Botulínica deve ser aplicada de forma correta e na quantidade adequada, por isso não entregue seu rosto a qualquer pessoa.

Saiba mais sobre a Dra. Darleny Costa Daher

Formou-se na Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP), em 2006. Fez Residência Médica em Dermatologia, de 2008 a 2011, no Hospital Federal dos Servidores do Rio de Janeiro. Fez estágio opcional no Instituto de Dermatologia Prof. Rubem David Azulay da Santa da Misericórdia do Rio de Janeiro/RJ (2006) e estágio supervisionado no Ambulatório Souza Araújo, Laboratório de Hanseníase – IOC/FIOCRUZ (2010) e no Ambulatório de Esporotricose do Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas/FIOCRUZ (2010). A Dra. Darleny Costa Daher é, atualmente, médica dermatologista da Clínica Costa Daher.

Saiba mais sobre a Clinica Costa Daher

A Clínica Costa Daher está localizada no Centro Médico Lúcio Costa, na SGAS 610/611 Sul. A clínica foi inaugurada em março de 2016 e conta com 100 m2, distribuídos entre recepção, consultórios, administração e sala de procedimentos. No local, são oferecidos clínico, cirúrgico e procedimentos estéticos. A nova clínica é a realização de um sonho e foi planejada com foco no conforto do paciente, em primeiro lugar. O objetivo principal é fazer com que ele se sinta dentro da própria casa.
Na Dermatologia Estética: Laser, Peelings Químicos, Preenchimento, Toxina Botulínica Tipo A, Sculptra, IPCA (Indução Percutânea de Colágeno com Agulha).
Na Dermatologia Cirúrgica: Biópsia, Cauterização Química, Curetagem e Eletrocauterização e Excisão Cirúrgica.

Confira nossas últimas notícias